15 ideias de negócios para montar em casa

15 ideias de negócios para montar em casa

Ideias de negócios – Existem formas simples de ganhar dinheiro trabalhando dentro da própria residência. Confira!

Muita gente deseja trabalhar em casa. Se esse é o seu plano, conheça, abaixo, 15 ideias de negócios para se inspirar e trocar o escritório pelo home office.

E não esqueça, atualmente, ideias de negócios digitais rendem lucro apenas por estarem online!

Nenhuma destas atividades exige curso superior e as competências para trabalhar com elas podem ser desenvolvidas em cursos profissionalizantes. Conheça:

1. Vendedor online

O vendedor online pode utilizar meios como lojas virtuais, sites, redes sociais e e-mail para realizar vendas de um determinado produto ou serviço e ser comissionado por isso. Geralmente as porcentagens de comissão não são muito altas, porém, se o vendedor alcançar boas vendas, consegue realizar um bom lucro pelo volume de negócios fechado.

Vale lembrar que é importante estar sempre atualizado com relação à atividade escolhida. Pesquise seu mercado, quais os concorrentes locais e como as pessoas de outros países montaram seu negócio. E é sempre bom aprender mais sobre assuntos complementares à atividade que você vai exercer, como marketing, finanças básicas, empreendedorismo, etc. E, finalmente, buscar informações sobre como trabalhar em casa com mais organização e produtividade.

2. Ilustrador

Muitos ilustradores trabalham em casa como freelancers. O trabalho pode ser realizado para ilustrar livros, apostilas, convites, caricaturas em festas, etc.

3. Estilista

O profissional da moda que trabalha com estilismo pode desenvolver suas coleções e peças a partir de um escritório em casa. Pode tanto trabalhar com marca própria e clientes próprios ou como consultor/profissional contratado por uma empresa do segmento.

4. Desenvolvedor de apps e jogos para celular

Esta é uma carreira relativamente nova mas que conta com amplo mercado para atuação. A partir de conhecimentos na área de programação e desenvolvimento, o profissional poderá trabalhar como freelancer ou contratado de alguma empresa especializada no serviço de criação de aplicativos e jogos para celular.

5. Projetista (Cadista)

Cadista é o profissional experiente em CAD, que é um programa de computador utilizado para desenvolver projetos, produtos e instalações. Escritórios de arquitetura contratam cadistas em home office para detalhar seus projetos. Para ser cadista não é preciso ser arquiteto ou engenheiro.

6. Professor particular

Quem possui conhecimentos específicos em alguma matéria pode dar aulas particulares em casa ou pela internet.

7. Organizador de eventos/festas

Inclui organização, pesquisa, contratação de serviços e acompanhamento de eventos ou festas. O organizador é responsável por administrar as demandas de um evento como flores e decoração, aluguel de salão, contratação de banda, buffet, etc.

8. Restaurador (instrumentos musicais, livros, fotos, documentos)

Conhecedores das técnicas de restauro contam com um mercado interessante para atuação. Muitos órgãos governamentais, ONG’s e até mesmo pessoa física têm requisitado o serviço de restauro de instrumentos musicais, documentos, fotos de família (utilizando o Photoshop), obras de arte, pinturas, livros, etc.

9. Hairstylist (cabeleireiro)

Muitos cabeleireiros famosos começaram assim, geralmente no salão ou barbearia do pai ou da mãe. Mesmo tendo aprendido o ofício com alguém, é fundamental fazer um curso na área para aprimorar as técnicas. Para início de carreira em casa, é possível começar pelo mais simples, como lavagem dos cabelos, corte e escova.

10. Serviços de day-care (crianças ou idosos)

O serviço pode ser pago por hora ou mensalmente e busca auxiliar os pais que precisam trabalhar ou resolver pendências fora de casa e não têm com quem deixar seus filhos. É preciso desenvolver atividades educativas e recreativas de acordo com a idade, além de capacitação para cuidados com criança ou idoso. Consulte a legislação municipal da sua cidade sobre como proceder neste caso.

11. Empresa de mudanças/carreto

Muitos proprietários de caminhonetes e pequenos caminhões passam a prestar este serviço para complementar a renda. O valor é por frete, de acordo com a distância, e é comum cobrar uma taxa extra caso necessite carregadores para o serviço.

12. Organizador profissional

Pessoas que têm facilidade em organizar roupas, documentos e objetos, podem trabalhar como organizadores profissionais. O serviço ocorre na casa ou escritório do cliente, mas você pode administrá-lo de casa.

13. Guia de turismo

Se você é bem informado sobre sua cidade ou bairro (com apelo turístico), está sempre em busca de novas informações e conhecimentos e gosta de interagir com pessoas, tornar-se um guia de turismo pode ser uma boa opção. É muito importante saber falar inglês e ter acesso às informações corretas para repassar aos turistas.

14. Aluguel de bicicletas

Seja voltado para o turista ou para o morador da sua cidade, o aluguel de bikes é um negócio relativamente novo e que tem crescido a cada ano. Neste negócio, é possível alugar bicicletas para adultos e crianças, capacetes, cadeirinhas, luz noturna, etc. Também é comum o agendamento de passeios de bicicleta pela cidade ou arredores, conhecido como cicloturismo.

15. Fotógrafo comercial

Mesmo com a popularização da fotografia digital, existe a procura por serviços profissionais nessa área, seja para a cobertura de um evento, de uma festa, fotografia publicitária (de produtos), editorial de moda, um ensaio fotográfico ou produção de um book.

Extraído do livro “130 Ideias de Negócios para Montar em Casa“, de Marina e André Brik.

E você, gostou das dicas e ideias de negócios? Comece a empreender agora mesmo, Clique Aqui para conhecer a iOiO Store, a Plataforma de Comércio Eletrônico da Binario Internet que transformará o seu negócio em uma Máquina de Vendas.

Fonte: Revista Pegn / Imagens: CorbisImages